O xamanismo na era de sua reprodutibilidade técnica


Xapiri é um filme experimental sobre o xamanismo yanomami, que nasceu em resposta a um desejo do líder e xamã Davi Kopenawa: realizar um encontro de xamãs de todo o território yanomami localizado no Brasil, com vistas ao fortalecimento da preservação e da continuidade da cultura tradicional desse povo indígena. O filme foi realizado por ocasião de dois encontros de xamãs de todo o território dessa etnia, na aldeia de Watoriki, Amazonas, em março de 2011 e março de 2012. O filme foi concebido de modo a levar em conta duas noções diferentes de imagem: a dos yanomami e a nossa. Não se trata, pois, de explicar o xamanismo, seus métodos ou procedimentos, mas de tornar visível e sensível, para públicos de culturas diferentes, o modo segundo o qual os xamãs “incorporam” os espíritos, seus corpos e suas vozes.

Comentários desativados em O xamanismo na era de sua reprodutibilidade técnica

Arquivado em Uncategorized

Os comentários estão desativados.