“Fichamento” 1 (Marx)

Unidade II
Texto de base: Karl Marx e Friedrich Engels, Manifesto do Partido Comunista (10a. Ed., São Paulo: Global, 2006 [1848])
Data de entrega: 28/09/2009
____________________________________________________
Instruções:

  • Escolher uma das três propostas de redação.
  • Evidenciar claramente no cabeçalho do texto:
    • a proposta escolhida (I, II ou III)
    • nome do aluno
  • Redigir à mão, com letra legível.
  • Tamanho mínimo de 2 páginas, máximo de 4 páginas.
  • Use suas próprias palavras, evite citar literalmente o texto.
  • ____________________________________________________
    Observações:

  • “Fichamentos” entregados após o dia 28/09/2009 terão desconto na nota.
  • Citações de quaisquer fontes devem ser evidenciadas pelo uso de aspas e pela indicação da referência.
  • Evidência de plágio (cópia de textos alheios sem citar a fonte) implicará em nota “zero”.
  • ____________________________________________________
    Propostas

    .:PROPOSTA I:.
    Discorra livremente sobre o Manifesto do Partido Comunista da perspectiva de seus prefácios, evidenciando, por exemplo, seus argumentos centrais, seu desenvolvimento, sua importância histórica, seus pressupostos etc.

    .:PROPOSTA II:.
    Disserte, sobre cada um dos três argumentos evocados por Engels no seguinte trecho de seu prefácio à Edição Inglesa de 1888 do Manifesto do Partido Comunista, evidenciando sua compreensão das questões envolvidas e discutidas em sala de aula.

    “…em qualquer época histórica, o modo de produção econômica e de troca predominante, e a organização social que dele necessariamente decorre, constituem a base sobre a qual se ergue, e a partir da qual pode ser explicada, a história política e intelectual dessa época; que, consequentemente (desde a dissolução do regime primitivo de propriedade comum da terra), toda a história da humanidade tem sido a história das lutas de classes, conflitos entre explorados e exploradores, entre as classes dominadas e dominantes; que a história dessas lutas de classes se constitui de uma série de etapas, atingindo hoje um estágio em que a classe oprimida e explorada – o proletariado – não pode mais emancipar-se da classe que a explora e oprime – a burguesia – sem emancipar, ao mesmo tempo e para sempre, toda a sociedade da exploração, da opressão, das diferenças de classes e das lutas de classes.” (p.70-1)

    .:PROPOSTA III:.
    A partir da seguinte passagem do prefácio de Engels à Edição Italiana de 1893 do Manifesto do Partido Comunista, disserte sobre os seguintes pontos, evidenciando sua compreensão das questões envolvidas e discutidas em sala de aula: (1) os “serviços revolucionários prestados pelo capitalismo”; (2) a relação entre “capitalismo”, “modernidade”, “feudalismo” e “Idade Média” de uma perspectiva marxiana; (3) a “nova era” proletária; (4) a possível contradição no papel atribuído a Dante nesta passagem.

    “O Manifesto rende a devida homenagem aos serviços revolucionários prestados pelo capitalismo no passado. A Itália foi a primeira nação capitalista. O fim da Idade Média feudal e a aurora da época capitalista são assinalados por uma figura colossal: um italiano, Dante, que foi, ao mesmo tempo, o último poeta da Idade Média e o primeiro poeta dos tempos modernos. Hoje, como em 1300, ergue-se no horizonte uma nova época. A Itália dará ao mundo um outro Dante, capaz de cantar o nascimento desta nova era, a era proletária?” (p.57)

    Deixe uma resposta

    Faça o login usando um destes métodos para comentar:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s